domingo, 19 de novembro de 2017

Queria ter brincado mais...........

Uma das frases mais ditas e ouvidas nos dias de hoje é: “Como o tempo está passando rápido”. Temos a nítida sensação de que estamos correndo o tempo todo e nem sequer notamos a passagem dele.

Viver o seu tempo
Uma das músicas de grande sucesso a algum “tempo” atrás foi “queria ter brincado mais ,ter visto o sol nascer...”  nada é mais frustrante do que a sensação de que não se viveu o seu tempo, ou não se aproveitou as oportunidades. Com a correria dos nossos dias, nas inúmeras coisas que nos ocupam ( boas e ruins) as vezes levamos a vida sem perceber todos os momentos. Viver o seu tempo é estar consciente de que, o passado é algo inatingível, pois nunca mais retorna, e o futuro também não está ao nosso alcance. Viver no presente sem as amarras do passado implica em cura, perdão e viver sem os fardos que o passado podem nos trazer. Viver bem o seu tempo é ter consciência de cada etapa da vida e suas peculiaridades. Infelizmente hoje temos uma inversão muito grande na sociedade, que acaba atingindo a todos: adolescentes querendo ser jovens, jovens querendo ser adultos, crianças se portando como adolescentes e adultos querendo ser jovens ou adolescentes. Estas distorções trazem inúmeros prejuízos para o ser humano e tem sido a causa de muitos problemas familiares, divórcios etc....

O apostolo Paulo deixa claro o alerta “Remindo o tempo, pois os dias são maus”                               Remir significa aproveitar bem, usufruir, não nos esquecemos que o tempo que vivemos nunca mais voltará, portanto temos que saber utilizá-lo para que não sejamos penalizados com isso. Cada segundo é precioso. Lembre-se: o tempo não volta atrás, por isso desperdiçá-lo implica em perdê-lo para sempre. Perder tempo com futilidades, com brigas e coisas que não acrescentam é um prejuízo irremediável.           
           
Tempo para todas as coisas:
Aproveitar bem o tempo não é uma tarefa fácil; administrar vida profissional, pessoal, familiar, todos ou a maioria tem uma rotina desgastante, mas precisamos estabelecer prioridades em nossas vidas. Colocar Deus no topo de nossas prioridades é um excelente passo para um sucesso em nossa vida. Não conheço ninguém que colocou Deus em primeiro lugar que não teve a boa colheita disso, “Buscai primeiro o Reino de Deus e sua justiça e as demais coisas serão acrescentadas” Mt 6:33.

Nenhuma correria pode justificar  não cuidar  da saúde. A família também precisa estar no centro do nosso investimento de tempo, pais, filhos, marido, esposa, enfim a família precisa do investimento de tempo, Finalmente entram os ministérios, realiza-los com excelência demonstrara, o nosso amor a obra de Deus. Dedicarmos tempo de qualidade e sacrifício suave, agradam o Senhor. O exercício de ministério nunca poderá ser um escape ou mesmo ocupar o espaço dos itens citados anteriormente.

 Deus como o Senhor do tempo
Saber que o tempo esta no controle do Altíssimo deve tirar a nossa ansiedade, Deus nunca chega atrasado. Ele é Senhor do Tempo, Ele o criou, pois é Eterno, sua concepção é muito diferente da nossa. Ao sabermos disto, precisamos aprender a descansar nEle, confiar de que sempre terá o melhor para nós, como diz a canção, "mesmo sem entender...." precisamos ter a humildade de saber que nem tudo ocorre da nossa maneira e na hora que queremos. 

Reconhecer o senhorio de Deus no tempo, implica em reafirmar diariamente a confiança de que Ele comanda tudo com sabedoria, justiça e sempre terá o melhor para nós.A natureza humanda não é muito paciente, ou melhor, nada paciente. Temos pressa em tudo e aí ocorrem os atropelos da vida, aquelas situações que você mesmo provoca, por pura ansiedade por não aguardar o tempo certo. Aprendamos a descansarmos em Deus, nos lançar em seus braços, pedir sempre sabedoria na administração do nosso tempo e pedir a Ele, que nos dê a graça de sincronizar o nosso tempo com o Dele.

2 comentários:

renata carla Oliveira disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
renata carla Oliveira disse...

Parabéns professor, muito bom o artigo. De fato o tempo é algo precioso que geralmente tratamos com displicência. Deus abençoe